Laboratório de investigação fonoaudiológica em processamento auditivo – Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – Coordenação: Profª. Drª. Eliane Schochat.

Correlações entre leitura, consciência fonológica e processamento temporal auditivo

Eliane Schochat

Cristina Ferraz Borges Murphy

Resumo

Tema: influência do processamento auditivo no aprendizado da leitura. Objetivo: analisar a correlação entre leitura, consciência fonológica e processamento temporal auditivo em crianças brasileiras com dislexia. Método: foram avaliadas sessenta crianças de nove a doze anos, sendo trinta e três pertencentes ao grupo com dislexia e trinta e três ao grupo controle. Os testes aplicados envolveram habilidades de leitura, consciência fonológica e processamento auditivo temporal. Resultados: ambos os grupos apresentaram diferenças estatisticamente significantes entre os desempenhos nos testes de leitura, consciência fonológica e processamento auditivo temporal, sendo que o grupo de crianças com dislexia apresentou desempenho estatisticamente pior em todos os testes aplicados. Foi encontrada correlação apenas entre os desempenhos nos testes de leitura e consciência fonológica. Conclusão: Apesar de o grupo de crianças com dislexia ter apresentado pobre desempenho nos testes de processamento auditivo temporal, não é possível afirmar que este esteja relacionado ao pobre desempenho em tarefas envolvendo leitura ou consciência fonológica.

Palavras-Chave: Criança; Dislexia; Audição.

Ler o Artigo

Departamento de Oftalmologia – Universidade Federal de São Paulo – Laboratório de Bioengenharia Ocular

 

Desenvolvimento de uma tabela baseada em frase numéricas para medida da acuidade e velocidade de leitura para perto

Prof. Dr. Paulo Schor

Professor Adjunto Livre Docente

Chefe do Departamento de Oftalmologia e Ciências Visuais – Unifesp

Tecgª Oftálmica Emanuela Cristina Ramos Gonçalves

Mestranda em Ciências visuais do Depto de oftalmologia – Unifesp

Resumo

 

Desempenho visual durante a leitura

A leitura é uma tarefa complexa que exige a sincronização de várias tarefas cognitivas. Para que haja uma leitura eficiente, é necessário que o texto seja visualmente percorrido, que as palavras sejam individualmente decodificadas e seja atribuído um significado a cada uma delas. Essas palavras são mantidas na memória de curto prazo para que sejam colocadas em um contexto e o sentido da frase seja elaborado.

Sabe-se que crianças com dislexia tem mais dificuldade em relação à leitura, tanto no processo de identificação das palavras como na atribuição de significado e compreensão do texto lido.

O estudo desenvolvido pelo Laboratório de Bioengenharia Ocular da Universidade Federal de São Paulo -Unifesp tem como objetivo avaliar o desempenho visual durante a leitura, ou seja, observar o comportamento visual de crianças para traçar um perfil visual do leitor, ferramenta essa que poderá auxiliar no aprendizado da criança.

Palavras chave:

Tabela de leitura; Acuidade de leitura, Velocidade de leitura, Cognição, Rastreamento visual.

 

Ler Artigo

Declaração da Parceria

add 2 comments on “Parcerias Científicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

keyboard_arrow_up^
PageLines