• – Consultas

  • – Avaliação Multidisciplinar

  • – Atendimento Social e Triagem

  • – Processamento Auditivo e Audiometria

  • – Treinamento Auditivo em Cabine

  • – Exame Neurológico

 

A ABD, com sua experiência de mais de 30 anos, repassou desde 2015 a responsabilidade de atendimento clínico ao seu parceiro CEDA – Centro Especializado em Distúrbios de Aprendizagem – que é o único parceiro credenciado com o Selo de Qualidade ABD.

Consultas

      Durante a entrevista inicial, todas as queixas, dúvidas e sintomas do(a) paciente serão expostas pelos responsáveis para uma profissional neuropsicóloga. Exames e relatórios relacionados às dificuldades apresentadas também deverão ser apresentados neste momento. Caso o(a) paciente seja adulto, o conteúdo será exposto pelo(a) mesmo(a) e, não será necessária a presença dos responsáveis. As consultas são previamente agendadas de 2ª à 6ª feira, no horário comercial, e terão uma hora de duração. Quando o(a) paciente possuir menos de 21 anos de idade, esta consulta deverá ser agendada pelos responsáveis, os quais deverão também estar presentes na entrevista inicial com a neuropsicóloga. Neste momento será possível descartar causas que não se enquadrem no diagnóstico de Distúrbio de Aprendizagem e, então, encaminhar o(a) paciente ao profissional adequado. Caso seja verificada a necessidade da avaliação multi e interdisciplinar, a própria profissional irá conceder as informações necessárias sobre este processo. 

 

Avaliação Multidisciplinar

      A Equipe Multidisciplinar credenciada pela ABD é composta por Fonoaudiólogas, Psicopedagogas e Neuropsicólogas para atender crianças, adolescentes e adultos que apresentam Dislexia e/ou outros Distúrbios de Aprendizagem. Em geral, a Equipe Multidisciplinar é solicitada quando há a necessidade de um laudo para auxiliar educadores, terapeutas e pais de pessoas com Dislexia e/outros Distúrbios de Aprendizagem. O trabalho da Equipe Multidisciplinar se inicia quando há o acolhimento dos pacientes adultos ou dos pais dos pacientes menores de 18 anos numa Primeira Entrevista, que é a ocasião em que a Psicóloga/Neuropsicóloga vai ouvir as queixas, os problemas do paciente, o seu histórico de vida, as situações em que se apresentam e, assim, vai verificar se o caso apresentado é passível de avaliação. Quando a avaliação se aplica ao caso, são marcadas consultas com a Psicóloga/Neuropsicóloga e com a Fonoaudióloga/Psicopedagoga. Nessas consultas, são aplicados testes específicos a cada área e idade. Após a fase de coleta de dados, inicia-se um período de estudos, quando cada profissional avalia os dados obtidos em sua área de atuação. Quando os exames complementares estiverem à disposição da equipe, há uma reunião das especialistas onde serão expostos para cada parte os resultados obtidos durante a Avaliação Multidisciplinar. É neste encontro que se estabelecem o resultado e os encaminhamentos, isto é, estabelece-se qual o distúrbio que o paciente apresenta e quais as intervenções necessárias para o mesmo. O último passo é a Entrevista Devolutiva, quando o paciente adulto ou os pais de pacientes menores de 18 anos são convocados pela Neuropsicóloga para serem informados sobre os resultados do processo de avaliação e sobre as intervenções indicadas para o caso.

 

Atendimento Social e Triagem

      Classificação Sócio Econômico A Classificação Sócio Econômica possibilita o enquadre de pacientes em planos específicos de atendimento, objetivando a obtenção de desconto no valor da avaliação multi e interdisciplinar. Não trabalhamos com gratuidades, pois não recebemos verbas públicas e/ou privadas que custeiem o diagnóstico. A ABD – Associação Brasileira de Dislexia – é uma ONG autossustentável. Os pais ou responsáveis deverão entrar em contato pelo telefone (11) 3258-7568, com o objetivo de agendar um horário para uma triagem. Para isto, deverão estar cientes e munidos dos seguintes documentos:

–  Os pacientes deverão ser alunos(as) da Rede Pública de Ensino; –  Alunos de escolas particulares serão atendidos somente mediante a comprovação de bolsas integrais de estudo.  

1 – Encaminhamento Escolar, feito em papel timbrado oficial, assinado e carimbado pela Coordenação Escolar, relatando sumariamente o motivo do encaminhamento –ORIGINAL E CÓPIA;

2 – Comprovantes de gastos mensais: 1 (uma) conta de água atual, 1 (uma) conta de luz atual, 1 (uma) conta de telefone atual, 1 (um) recibo de aluguel do imóvel ou do comprovante de financiamento do imóvel atual, a última fatura do cartão de crédito e todas outras despesas fixas mensais que possuir – TODOS ORIGINAIS;

3 – Comprovantes de rendas – Holerites recentes e Carteiras de Trabalho, não só do responsável, mas de quem mais trabalhar na residência do(a) paciente – TODOS ORIGINAIS;

4 – Documentos dos responsáveis e do(a) paciente – RG ou CPF ou Certidão de Nascimento – TODOS ORIGINAIS;

5 – A última declaração do Imposto de Renda, se houver – ORIGINAL;

6 – Laudos e exames médicos de avaliações já realizadas. Por exemplo, relatórios de profissionais, tais como: neurologistas, psicólogos(as), fonoaudiólogos(as), psicopedagogos(as) etc – ORIGINAIS E CÓPIAS.

Esta documentação será analisada pelo C.T.A.S. – Centro de Triagem e Atendimento Social – da ABD. Após análise, o(a) responsável será comunicado(a) sobre a classificação sócio-econômica do caso, via telefone.

*Obs.: Na data marcada para a triagem, os responsáveis deverão trazer TODAS documentações acima listadas. Caso contrário, o atendimento será automaticamente desmarcado. Não trabalhamos com gratuidades, pois não recebemos verbas de nenhum órgão público ou privado para custear estes diagnósticos, somos uma ONG autossustentável.

 

Processamento Auditivo e Audiometria

      A ABD também realiza os exames de Processamento Auditivo Central e Audiometria. Para agendamento ligue (11) 3258-7568 / 3236-0809. 

 

Treinamento Auditivo em Cabine

       O TREINAMENTO AUDITIVO é uma reabilitação fonoaudiológica auditiva que tem como objetivo melhorar compreensão da fala, principalmente em que a presença do ruído de fundo pode atrapalhar, como na escola ou locais de convívio social, como festas e shoppings, por exemplo. Machado e Pereira (1997) enfatizam que […] a terapia fonoaudiológica com ênfase no processamento auditivo central tem como objetivo geral, o desenvolvimento das habilidades auditivas centrais: detecção, sensação, localização, reconhecimento, discriminação, atenção e memória auditiva (BOOTHROYD, 1986), a fim de que o indivíduo possa adquirir consciência dos processos fonológicos envolvidos na produção da linguagem oral e compreender o que lhe é falado, favorecendo assim, o aprendizado pelo canal auditivo. (MACHADO; PEREIRA, 1997, p. 61). Com o treinamento auditivo é possível modificar a capacidade do nosso cérebro através da estimulação intensa. Por isso é necessário realização de exercícios freqüentes a fim de modificar as estruturas cerebrais, fortalecendo e aumentando as redes neurais, responsáveis pelo processamento auditivo. Com isso possibilitamos uma melhor atenção, compreensão auditiva e uma audição mais eficaz. Após o tratamento, as habilidades auditivas tendem a melhorar. Isso contribuirá com a melhora no desempenho escolar das crianças e dos jovens, possibilitando também uma melhora na auto-estima e na qualidade de vida. PROPOSTA DE TRABALHO INDICATIVO: À partir dos 7 anos, quando detectado alguma dificuldade nas habilidades auditivas, cujos mecanismos fisiológicos auditivos interferem principalmente no desenvolvimento da linguagem oral e da aprendizagem. EXAMES: Para início do Treinamento Auditivo (TA) é necessário que a Audiometria e o exame de Processamento Auditivo tenham sido realizados em no máximo 12 meses. Mais do que isso é necessário refazer a avaliação. TRATAMENTO: O Treinamento Auditivo é realizando de 12 a 15 sessões, dependendo da gravidade do caso. Após a conclusão do TA, é necessário fazer um novo exame de reavaliação do Processamento Auditivo (incluído nas sessões de TA). A sessão com o paciente é de 40/45 minutos + 5/10 minutos com o responsável (para observações da sessão e explicação da atividade de casa), totalizando, desta forma, 50 minutos de sessão. OBJETIVO Através de atividades específicas e softwares serão trabalhados os seguintes aspectos:

  • Localização sonora: habilidade de localizar auditivamente a fonte sonora;
  • Síntese binaural: habilidade de integrar estímulos incompletos apresentados simultaneamente ou alternados para orelhas opostas;
  • Figura-fundo: identificar mensagem primária na presença de sons competitivos;
  • Integração binaural: habilidade de compreender duas informações dadas concomitantemente;
  • Separação binaural: habilidade para escutar com uma orelha e ignorar a orelha oposta;
  • Memória: habilidade de estocar e recuperar estímulos;
  • Discriminação: habilidade para determinar se dois estímulos são iguais ou diferentes;
  • Fechamento: habilidade para perceber o todo quando partes são omitidas;
  • Atenção auditiva: habilidade para persistir em escutar sobre um período de tempo;
  • Associação: habilidade para estabelecer correspondências entre um som não linguístico e sua fonte.
  • Compreensão auditiva: habilidade de compreender auditivamente as informações.

 

Exame Neurológico

      Dra. Juliana Paula Gomes de Almeida – CRM 118063 – Formada em medicina pela Faculdade de Medicina de Sorocaba (PUC-SP). – Residência médica de Pediatria e Neuropediatria pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. – Título de especialista em Pediatria e Neuropediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria. – Mestre em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. – Estágio de Neuropsiquiatria Infantil na Università degli Studi di Roma "Tor Vergata" (na U.O.C di Neuropsichiatria Infantile com Prof. Paolo Curatolo).

Informações e Agendamento: (11) 3258-7568 / 3231-3296 / 3237-0809 / 3129-9721 secretaria@dislexia.org.br / contato@dislexia.org.br

add 47 comments on “Como é feito o Diagnóstico?

  • Olá, tenho 39 anos e moro em Brasília. Gostaria de saber se vcs podem indicar alguma clínica para que eu possa investigar se realmente tenho esse transtorno. Obrigado!!!!

    1. Daniel, não temos filiais, nem clínicas para indicar. Poderá procurar uma equipe multiprofissional para realizar a avaliação. Caso haja interesse, e você tenha a disposição, nós realizamos a avaliação aqui em São Paulo. Para mais informações por favor envie um email para secretaria@dislexia.org.br

    2. Elmo Sanches Júnior. wrote:

      Mó bad. Descobri que tenho tbm. Se conhecer alguma clícica, me avisa.

      1. Elmo, se pudermos ajudar de alguma forma entre em contato.

  • helena vitor mateus wrote:

    Estou tentando escrever um tcc, com tema pre- dislexia.

    no entanto não consigo nem ler as informações nos textos, muita dificuldade de concluir conceitos e fazer uma introdução.

    desenvolver e sinto muito sono nas  . acho que sou disléxa.

     

    1. Olá, Helena!

      Para ter certeza se tem dislexia você precisa passar com uma equipe multi e interdisciplinar. A ABD realiza esta avaliação através da CEDA. Caso tenha interesse poderá entrar em contato pelo email secretaria@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • Jhudit Apaza wrote:

    Olá 
    Meu irmão de 8 anos não consegue ler, escrever e não consegue destinguir letra de numeros ….
    queria ajuda para saber se ele tem dislexcia ou não … 
    como posso entrar em contato e marcar uma consulta … ??

    Obrigada pela anteção

    1. Olá, Jhudit!

      Poderá entrar em contato pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • Fabíola Souza correa wrote:

    Olá, tenho uma filha de 11anos que e dislexia e gostaria de uma avaliação mais aprofundada ,pois,ela tem um diagnóstico da neuropediadra mais moro em Maringá gostaria te saber se tem sede no Paraná?

    1. Olá, Fabíola. A ABD tem sede única em São Paulo, mas temos um atendimento diferenciado para quem é de outras cidades e estados. Caso tenha interesse em realizar a avaliação conosco, por favor entre em contato através do email secretaria@dislexia.org.br.

  • Grasiela Silva de Souza wrote:

    Olá, tenho um filho adotivo, com 12 anos, ele custou a falar e só foi ler com muita dificuldade na segunda série depois de uma reprovação, levei ele a um neuropediatrico, foi feito tomografia , e ele com o histórico dele, o médico achou que seria dislexia , pois o menino até os 3 meses não fez uso de nenhum tipo de leite, se alimentando somente com água e farinha, levei em uma psicopedagoga, que o acompanhou, mas com muita dificuldade me deu um laudo, quando me. Mudei de cidade isso em 2013, com a mudança se extraviou, e não consigo outra profissional, sendo que na escola as notas e o aprendizado dele é bem ruim, com muito constrangimento ele nem tem vontade de ir pra escola, o que posso fazer para ajuda lo ?

    grasyandre@outlook.com

    1. Bom dia, Grasiela! 

      Por favor entre em contato através do email contato@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • Gostaria de esclarecer uma dúvida. Professores podem diagnosticar a dislexia e iniciar um tratamento? Uma criança que conheço esta passando por isso, a professora disse que era dislexico e esta tratando o problema apenas por conta da dificuldade de aprendizagem. Não passou em consulta com nenhum especialista. Ficarei grata pela resposta.

    1. Olá, Angela! O professor pode identificar características, mas nunca diagnosticar. Isso cabe a uma equipe multi e interdisciplinar. Quanto ao tratamento vai depender do resultado da avaliação e das dificuldades especificas do paciente, podendo ser fonoaudióloga, psicóloga, psicopedagoga, etc. Caso queira informações sobre a avaliação ou sobre intervenção, poderá enscrever para o email contato@dislexia,org.br ou ligar para (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • Joseane Araujo wrote:

    Gostaria de saber se tem em pernambuco ABD,pois tenho uma criançã de 11 ano e tem muito dos aspectos citado em seu texto, ficaria grata por esta informação.

    1. Olá, Joseane!  A ABD só tem sede em São Paulo. Caso tenha a oportunidade e o interesse de realizar a avaliação conosco, por favor entre em contato através do email secretaria@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • Paulo Henrique Carelli de Alcântara Evangelista wrote:

    Paulo Henrique 

    bom dia ., gostari de saber se tenho a possibilidade de marcar uma consulta , pos tenho 32 anos e tenho uma dificuldade para ler, e uma grande para escrever.e preciso de ajuda.

    obrigado   

    1. Bom dia, Paulo!

      Existe sim, claro! Para mais informações poor favor entre em contato pelo email secretaria@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • olá, gostaria de saber se essa avaliação e apenas para crianças, ou adulto também pode fazer? sou do ceará e tenho muito dos sitomas , como faço?

    1. Olá, Verônica!

      A avaliação pode ser realizada por adultos sim. Para mais informações poderá entrar em contato pelo email secretaria@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • Gostaria de saber se o diagnóstico é feito em um dia ou leva mais dias ,pois morro em Jacareí e meu filho tem 9 anos e a fono que ele passou o ano passado disse que ele tem Dislexia. É cobrado,qual valor é os especialistas atende algum  convênio ou somente particular. Gostaria de está agendado um horário para ele ,mais me falaram que tem fila de espera se for gratuito. Vcs atendem convênio. Obrigada

    1. Olá, Sonia!

      Poderá tirar suas dúvidas sobre atendimento através do email secretaria@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • KATIA TAVARES wrote:

    SAbe me informar se na baixada santista há este tipo de ajuda?

    1. Kátia, não temos conhecimento. Se tiver a oportunidade, poderá realizar conosco. Poderá entrar em contato através do email secretaria@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • antonia rocha wrote:

    BOA TARDE me ajude por favor tenho dificuldade em aprender leio muito mal, estudo em casa para concurso desde 2007 e nao consigo aprender, quando faço leitura em publico tenho muita vergonha.

    1. Olá, Antônia.

      Para se ter uma ajuda efetiva primeiramente você precisará realizar uma avaliação para detectar exatamente suas dificuldades. Poderá obter mais informações sobre avaliação caso queira realizar os testes conosco. Poderá entrar em contato pelo email secretaria@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • Fgo. Daniel wrote:

    Não tratem os profissinais da área pelo gênero feminino. Existem muitos (e aumentando) homens atuando na dislexia, sejam fonoaudiólogos, psicopedagogos, psicólogos e neuropsicólogos. Tratando-se da ABD, uma associação reconhecida nacionalmente, deveriam ter esse tipo de cuidado. Grato pela atenção.

    1. Olá, Daniel. Muito obrigado pela sugestão.

    2. Olá, achei bem interessante tua observação, principalmente por exemplificar como as mulheres se sentem na mesma situação, pois como sabemos temos o masculino como universal, que engloba todos e todas. Fica uma dica para pensar no feminino que poderá englobar homens também, pois o uso dos nomes de profissionais no feminino aqui me deu até mais segurança. Acho que não deveriam trocar.

  • James Brito Bezerra Lôbo wrote:

    Quero parabenizar aos que  fazem esse trabalho maravilhoso tão bem pensado, organizado e   realizado com tanto amor, e carinho por todos  da   ABD.  Mesmo  estando  distante gostaria de   manter uma  aproximação  e ao mesmo tempo  de me colocar  a disposição para tanto aprender como  colaborar com esse trabalho de exemplo,  modelo e referência na  área de atuação da Dislexia entre  outras  patologias.  

    Sou James Brito Bezerra Lobo, 52 anos, natural de Crato – Ceará,  sou Pedagogo  com  Esp. Psicopedagogo, e Pós Graduando em Neuropsicopedagogia na FJN – Faculdade de Juazeiro  do Norte. Trabalho em Crato em uma  Clínica há  5 anos como Psicopedagogo,  já recebendo alguns casos de Dislexia e tenho despertado o interesse  de ampliar mais o conhecimento sobre esse  e outros  assuntos.

    Atenciosamente .

    James Brito Bezerra Lôbo

     

    1. Olá, James! Primeiramente, agradecemos o elogio. O que temos para oferecer são cursos, videoaulas e também alguns materiais; também poderá acompanhar nossa página no Facebook. Caso haja interesse, por favor acesse os links abaixo: 

      http://www.dislexia.org.br/category/programacao/

      http://www.dislexia.org.br/category/material-de-apoio/

      https://www.facebook.com/AssociacaoBrasileiradeDislexia/

  • Monalisa Oliveira wrote:

    Olá achei muito interessante , gostaria de saber se tem no Rio de Janeiro.

    1. Olá, Monalisa! A ABD só tem sede em São Paulo.

  • Boa noite, tenho 31 anos e moro em Sao Paulo . Gostaria de saber se vcs podem indicar alguma clínica para que eu possa investigar se realmente tenho esse transtorno. Obrigada.

    1. Boa tarde, Kelly. Poderá realizar a avaliação conosco, através do CEDA – Centro Especializado em Distúrbios de Aprendizagem. Poderá entrar em contato através do email secretaria@dislexia.org.br ou dos telefones (11) 3258-7568 / (11) 3129-9721 / (11) 3231-3296 / (11) 3236-0809.

  • Jaqueline Silva wrote:

    Moro em Natal, vocês saberiam informar um local aqui para eu saber se tenho esse distúrbio .

    obrigada.

    1. Bom dia. Não conhecemos local em sua região. Caso tenha disponibilidade de vir até São PAulo, por favor entre em contato através do email secretaria@dislexia.org.br para mais informações.

  • Eliete Silva Ribeiro wrote:

    Boa noite tenho 34 anos ja repeti de ano 2 vezes qd estava no ensino medio.

     Ja parei de estudar umas 3 vezes..mais ou menos que me lembre..nao consigo ler um artigo sempre paro no inicio.. e começo de novo  e de novo..nunca termino.. estou  estudando pedagogia ja no primeiro semestre estou pessima.. preciso de ajuda.. nao consigo gravar os conteudos na memoria ..e por isso chorro muito.. 

     

    1. Olá, Eliete. Você já foi avaliada? Caso não tenha sido, é importante passar por esta avaliação para poderem ser detectadas suas dificuldades e sabendo quais são, tratadas efetivamente. Caso queria passar por uma avaliação conosco, por favor entre em contato através do email secretaria@dislexia.org.br ou pelos telefones (11) 3258-7568 / 3231-3296 / 3237-0809.

  • Tatiana Fonseca  wrote:

    Bom dia,

    Meu nome é Tatiana moro em Araçoiaba da Serra -SP, meu filho se chama Julio tem 13 anos, gostaria de saber onde posso levar ele para saber se ele tem algum grau de dislexia.

    Desde de já agradeço pela atenção, fico no aguardo de um retorno.

     

    1. Olá, Tatiana. Poderá realizar a avaliação conosco. Por favor entre em contato pelo email secretaria@dislexia.org.br

  • denise vituriano wrote:

    Bom Dia !! Sou maceióense e gostaria de saber se em minha cidade existe algúm local específico para fazer o diagnóstico do meu filho ou descartar a possibilidade da dislexia nele?

     

    Aguardo contato 

    Att

    Denise Vituriano.

    1. Denise, não temos conhecimento de local em sua região. Caso tenha a disponibilidade de vir até São Paulo, por favor entre em contato pelo email secretaria@dislexia.org.br para mais informações sobre nossa avaliação.

  • ROSELENE PEREIRA DE FEMININO GOMES wrote:

    Ola, boa tarde!!!

    Me chamo Roselene sou Fonoaudiologa e atualmente estou cursando pós graduação em Neuropsicopedagogia, eu apesar das muitas dificuldades demorei bastante para entender e aprender a lidar com a dislexia demoro um pouco para compreender textos e com isso levo mais tempo do que as outras pessoas em realizações de trabalhos e provas sempre sou a última a sair da sala tenho dificuldades em entender piadas e compreensão de textos, perco a atenção facilmente e as vezes me sinto angustiada por só ter descoberto agora mesmo não tendo feito nehum exame tenho certeza do diagnóstico porque sei tudo que sinto e sou muito capaz de entender aqueles que tem o mesmo problema que eu para escrever algo tenho que prestar muita atenção para não errar eu hoje tenho 40 anos e me sinto uma criança de 10 para escrever um texto hoje eu sei o porque das evasões escolares e as diverssas dificuldades e faltas de interesse pelos estudos, mas eu posso dizer aos portadores de DISLEXIA não desistam nunca por que a persistência tem que fazer parte do nosso dia-a-dia!!! me desculpes os pontos e virgulas pois levarei muito tempo obrigada pela copreensão!!!

     

    1. Patrícia Geroti wrote:

      Roselene, acho maravilhoso que vc tenha compartilhado sua história (e suas vitórias)…sou mãe, estou levando meu filho de 8 anos para avaliação…já faz treinamento fonológico por ter sido diagnosticado com um leve problema de processamento auditivo. Neste mês fui orientada pela fono para me aprofundar na busca de outras avaliações. Tive o laudo de uma neuropsicóloga que ele tem alteração na atenção e precisa ser diagnosticado se com TDAH ou com DISLEXIA…Ele é um menino inteligente, carinhoso e extremamente bondoso e doce…sinto que ele se afasta das outras crianças para não entrar em embates…eu sempre tive em mim a frase "ele tem o tempo dele"…e hj eu sei que realmente ele tem o tempo dele… Eu vou continuar seguindo pelas avaliações multidisciplinares por minha conta, tudo para transformar o futuro dele em momentos de vitórias, realizações e alegrias, sei que ele é um guerreiro, porque tem sido muito difícil…ele tem se esforçado muito para estar onde está e eu tenho muito orgulho deste anjo que Deus me mandou para que eu aprendesse…eu tinha preocupação que o mundo o engolisse e que ele não conseguisse vencer, mas vendo sua história eu posso dizer que nada temo mais…obrigada…

  • Loretta Vieira wrote:

    Boa tarde. Recebi a informação que apenas a ABD é apta a fazer o diagnóstico do dislexo. Essa informação procede? Ou uma equipe multidisciplinar de outra cidade e de outro estado também pode diagnosticar?

    1. Uma equipe multi e interdisciplinar pode fazer a avaliação. A ABD tem o diferencial pela experiência na área (maios de 30 anos) e por ser escolhida para representar a IDA (Associação Internacional de Dislexia) no Brasil, sendo desta uma Parceira Global.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

keyboard_arrow_up^
PageLines